Blush marcado | Série 7 erros na maquiagem

blush marcado

Um dos maiores pecados que as mulheres cometem na maquiagem acontece na hora de passar o blush. Ou porque carregam demais e parecem fantasiadas, com a região marcada parecendo uma faixazinha ou bolinha. Ou porque erram a posição e sobem para as têmporas.

Não se esqueça que a finalidade da maquiagem é te valorizar e não te mascarar.

A função do blush é imitar o corado natural das bochechas, o tão desejado ar de saúde e juventude. Como se você tivesse acabado de dar uma corridinha e subiu um rubor que quebra a palidez da face.

A posição correta de aplicar o blush é na maçã do rosto, bem em cima do osso facial que, em geral, é a parte mais carnuda, onde costumamos ficar ruborizadas. Dê dois dedos de distância do nariz e encontre onde deve começar a aplicação.

Para aplicar em pó, sempre utilize pincel adequado.  Pegue um pouco do produto e tire o excesso, dando batidinhas do pincel no braço. Dê pinceladas suaves na bochecha em direção à região do contorno, criando um degradê do corado pra parte mais profunda. Não leve o blush para as têmporas formando uma “faixa de índio”.

Olha só um exemplo do jeito certo de usar o blush, de forma leve, realçando a beleza natural:

Jeito certo de passar o blush

Quer saber mais? Assista uma aula completa sobre blush e depois me conta se gostou do efeito!


Quer receber artigos como esse diretamente na sua caixa de emails?

Você pode também deixar seu comentário lá embaixo! Isso me ajuda a escrever mais coisas interessantes para você.

Você também pode gostar