A ESPERA DO MILAGRE

Este é o primeiro post da série que resolvi escrever sobre a espera de um milagre chamado vida.

É um assunto que eu sempre preferi reservar para mim e o meu marido, mas hoje fiz, a pedido da médica, um exame muito específico chamado HISTEROSSALPINGOGAFRIA e ele foi o responsável por eu decidir escrever. Fazer esse exame foi pra mim uma experiência terrível.


E acho que é um dever meu aproveitar esse meio de comunicação tão poderoso que é a internet para compartilhar o que eu passei e o que eu acho que deveria ter sido diferente.
Esse exame de nome esquisito é importante para mulheres que estão tentando engravidar pois ele “mapeia” o útero através de um contraste. Não vou falar dele tecnicamente porque não tenho conhecimento para isso. Na internet tem profissionais explicando corretamente todo o procedimento.
Antes de fazer o exame tudo que eu sabia sobre ele era:
– difícil de agendar, porque: 1. poucos laboratórios/hospitais realizam  (pelo menos no meu plano de saúde atual, que é notre dame, só dois hospitais em São Paulo.) 2. os que realizam só atendem dois dias na  semana e somente dois pacientes por dia. 3. Vc só tem uma semana no mês que pode fazer o exame, depois da menstruação e antes da ovulação.  Ou seja, vc tem duas chances no mês inteiro pra agendar o exame, e se por acaso a menstruação atrasar, já era, tem que remarcar pra outro mês.
– O exame dói. A médica avisou que doía e na internet li que ele pode causar dor, mas é de cada pessoa, várias fizeram e não sentiram.
Minha preocupação era conseguir agendar o exame e torcer pra não doer muito…
Antes de sair hoje de manhã  dei uma ligadinha para o hospital (fiz no SEPACO, na rua vergueiro) para confirmar o preparo, tudo ok: período do mês, tomar remédio para cólica 30 min antes, e outras coisinhas do tipo levar absorvente…
Deixaram de dizer duas coisas MUITO IMPORTANTES que descobri da pior forma :
– VÁ ACOMPANHADA, INCLUSIVE DURANTE O EXAME
– ESVAZIE O INTESTINO ANTES
Eu fui sozinha, porque não fui avisada e achei que não precisaria tirar meu marido do serviço dele pra ir comigo. E no final das contas ele teve que sair do serviço para me buscar no hospital…
O atendimento do hospital foi bom com algumas ressalvas, esperei por volta de 40min pra ser atendida, mas ok. A enfermeira que me preparou parecia um pouco despreparadinha, mas tb nada grave. O médico super novinho, inclusive novo no hospital, mas atencioso.  Comecei a ver que o procedimento era sério quando vi que envolvia pelo menos 4 profissionais. Uma enfermeira, acho que uma radiologista com um assistente, um médico ginecologista e teve um momento que entrou outro médico que parecia inclusive ser mais experiente do que o que estava realizando.
Efim, o procedimento (que depois vi mais informações nesse site: www.drfernando.med.br/histero.htm ) DOEU MUITO!!!
Eu senti dor a ponto de gritar, passei mal, tremi, tive calafrio, tonteira. E assim que terminou vomitei horrores, soltou meu intestino e minha pressão despencou e eu achei q ia desmaiar…
Se você está lendo porque vai fazer esse exame, me desculpe por te deixar apavorada. Mas é melhor ir preparada do que desinformada como eu. Fez muito falta meu marido lá e achei absurdo acompanhante não ser requisito. Tive que ligar para ele ir me buscar porque eu não estava bem para ir para casa dirigindo.
Saí do hospital ainda com cólica e, apesar de hoje estar fazendo quase 35 graus na rua, com um pouco de frio por causa da pressão que baixou.
Se algum dia eu precisar fazer esse exame de novo ( ESPERO QUE NÃO PRECISE NUNCA MAIS!! )  e tiver condições,  eu vou escolher melhor o médico. Posso estar enganada, mas acredito que um médico bem experiente, tipo senhorzinho que fez isso a vida inteira, tenha muito mais habilidade para realizar o procedimento (que inclui PINÇAR O ÚTERO) e reduzir as chances de dor. Vou pesquisar muito mais e pedir indicações para outras mulheres de um bom médico! A internet tá aí pra isso!
Agora é esperar o resultado do exame que leva 10 dias úteis!!!
Se você tem alguma informação, experiência ou comentário pertinente, não deixe de escrever nos comentários no final do post. Compartilhar é um bem que a gente faz pras outras pessoas.

Você também pode gostar