Por que os estilistas fazem roupas tão estranhas?

509

Se você não trabalha com moda, é comum assistir um desfile e ficar pensando:  Onde alguém usaria isso? Como aquilo poderia ir para o meu guarda-roupa?

As roupas mostradas na passarela, nem sempre são as mesmas que vão para as lojas e nem para seu guarda-roupa.

A semana de moda é um momento importante para as marcas terem oportunidade de apresentar suas idéias e propostas de forma conceitual. Muitas fazem verdadeiros shows. Existe toda uma produção de caracterização das modelos, do espaço, tudo para contar a história de inspiração da coleção e imprimir o DNA da marca.
Algumas roupas são realmente estranhas, puro conceito. Outras, na verdade, são peças combinadas de um jeito diferente, talvez impensado, mas sozinhas são totalmente usáveis.  E existe muitas marcas que estão apresentando coleções cada vez mais comerciais, com peças que podem ir da passarela diretamente para a vida real.
O profissional de moda, que é o maior público desses eventos e assiste centenas de desfiles, quer ver mesmo o diferente, o impensado, o inspirador, uma nova forma, um novo conceito. E, acredite! É super possível fazer uma leitura de tudo isso e traduzir para o consumidor final.
Depois dos desfiles as peças vão para editoriais de revistas, para pessoas famosas e celebridades e algumas até vão pra loja.
Agora conta pra gente, você acompanha desfiles de moda? O que você mais gosta e o que não gosta nos desfiles?


Quer receber artigos como esse diretamente na sua caixa de emails?

Você pode também deixar seu comentário lá embaixo! Isso me ajuda a escrever mais coisas interessantes para você.