Onde encontrar boas referências de estilo

Descobrir e desenvolver uma identidade própria começa pelo exercício de buscar boa ideias.  Nesse artigo vou te ensinar onde encontrar boas referências de estilo que possam se tornar, num segundo instante, direcionamentos para você construir o seu visual.

Somos todos os dias bombardeadas de referências ruins. Ideias empacotadas numa estética formatada, como se todo mundo tivesse que ser magra, alta, esbelta, elegante e mais um monte de outras sutis imposições que fazem com que a gente se sinta inadequada por simplesmente ser do jeito que a gente é:  real.

Referência boa é aquela que tem conexão com quem você é, com a suas preferências, com a sua identidade, com a sua história, com as suas crenças, que te dá sensação de plenitude, segurança, felicidade, motivação. Quer um exemplo pessoal?

Todo mundo que me conhece um pouquinho melhor sabe que há mais de 10 anos sou apaixonada pelo filme O fabuloso Destino de Amélie Poulain. Já assisti dezenas de vezes, amo a estética, a personagem, a sutileza, a mensagem positiva, as cores, a generosidade e o aspecto lúdico do filme. Um das viagens mais marcantes da minha vida foi quando conheci os lugares onde o filme foi gravado. Em 2014, fiz os passos da Amélie em Paris.  <- Óh, Dá uma conferida aqui no artigo.

Ano passado, me encantei profundamente pelo filme Lala land. Queria assistir mil vezes, salvei a trilha sonora na minha pastinha de músicas inspiradoras. E por conta do filme, me matriculei na aula de sapateado, pela qual estou completamente apaixonada, plena e motivada.

Referência boa é assim! Não é só imagem de look de blogueira. Ou… pode ser que sim! Desde que aquela blogueira, ou aquela figura em quem você se espelha crie uma conexão profunda com o que te faz sentir plena , entende? E que te dê elementos para criar uma narrativa visual única. E aí à partir desses elementos a gente aprende um monte de coisas pra colocar em prática na hora de escolher o que comprar/vestir/combinar.

Agora vou te contar onde encontrar referências de estilo:

  • Filmes e série

Os filmes, séries (e novelas também!) são oportunidades da gente acompanhar o guarda-roupa inteiro dos personagens em momentos diferentes da vida, como qualquer pessoa real. Tem a roupa de trabalho, a roupa da festa, a roupa do almoço de família no domingo. Tudo pensado por um figurinista levando em consideração o estilo do personagem e criando coerência entre as suas escolhas. Se você se identifica com algum personagem vale muito a pena acompanhar seu visual e dele extrair muitas ideias.

  • Revistas impressas e livros

o perigo das revistas de moda é que, geralmente, apresentam imagens artificiais, altamente produzidas e glamourosas. São pouco realistas. Mesmo assim, é uma fonte de inspiração porque no meio de todo aquele conceito é possível ter novas ideias. Através da ousadia e extravagância dos editoriais a gente pode aprender a dar novos usos para peças do cotidiano e encontrar formas diferentes de usar o que a gente já tem. Eu gosto muito de ver publicidades das revistas e também coberturas de eventos que mostram pessoais reais. Folheando uma revista, por exemplo, me surgiu a ideia de usar uma saia de couro com uma blusa de tricot. As duas peças estavam no meu guarda-roupa e até então eu não tinha pensado em fazer essa mistura de texturas.

  • Pinterest

O pinterest é uma rede social de imagens de inspiração. É ótimo porque você pode fazer buscas dentre as imagens postadas por outros pessoas, e à medida que o site entende quais são seus interesses, vai te mostrando outras sugestões relacionadas. É também uma excelente forma de você organizar suas pesquisas e ideias em pastas online, sem ocupar espaço no seu computador. Você salvar de forma organizada imagens que encontrou na internet e até fotos do seu celular. Um recurso interessante é que ao clicar numa imagem, logo abaixo dela o pinterest apresenta outras imagens semelhantes. O ponto fraco do pinterest é que tem pouca gente real aparecendo por lá e muita imagem idealizada, sabe? Os tais looks com blogueiras magérrimas, lindas, produzidas e editadas.

  • Lojas online, lookbooks e catálogos

Eu amo fazer pesquisa em lojas virtuais, lookbooks e catálogos. Primeiro porque cada loja tem um estilo pré-definido, um dna da marca, fazem roupa para um público específico. Se você encontra lojas que se comunicam com você, atendem o seu biotipo e principalmente, tem uma forte conexão com seus gostos e vontade de vestir, então é muito legal acompanhar os lançamentos deles, ver como estão fazendo combinações, quais são as propostas para cada estação, como estão se reinventando.

  • Observação de pessoas

Observar o que pessoas inspiradoras estão usando é a cereja do bolo de cenoura com cobertura de chocolate. rsrs Achar essas pessoas tem tudo a ver com o que é inspiração para você. E isso não tem nada a ver com copiar alguém. Recentemente eu estava fazendo pesquisas para uma cliente da minha consultoria de estilo, com uma demanda bem criativa e ousada. Naquele final de semana estive numa exposição de arte lotada de pessoas com visuais criativos e ao menos tempo simples, minimalistas, arquitetônicos. Observar as pessoas naquele passeio me rendeu várias ideias!!

 

Conhece outras formas de buscar inspiração? Que tal compartilhar com a gente nos comentários abaixo?


Quer receber artigos como esse diretamente na sua caixa de emails?

Você pode também deixar seu comentário lá embaixo! Isso me ajuda a escrever mais coisas interessantes para você.

Você também pode gostar