Busto pequeno, tem mesmo que disfarçar?

E aí? Busto pequeno: tem mesmo que disfarçar?

“Fê, não encontro roupas que fiquem bem pro meu corpo! Queria ter um busto grande, mas tenho peitinhos pequenos e a roupa fica murcha. Como faço pra disfarçar esse “problema”?” 

Praticamente todas as mulher tem alguma insatisfação com alguma parte do seu corpo. Não é por menos. Somos bombardeadas de referências de um corpo escultural (provavelmente editado no photoshop) . A gente vê aquelas proporções perfeitas de busto, cintura, abdômen, quadril e pensa: Meu corpo é uma droga!

É dessa crença que surge boa parte das dificuldades pra vestir esse corpo, que é seu, que te acompanha por toda a vida e tem grande influência  na maneira como você se vê.

Mas voltando ao busto pequeno, você tem mesmo que disfarçar??

Na consultoria de estilo, trabalho com a cliente técnicas de equilíbrio da silhueta através das formas das roupas, dos detalhes, dos tecidos, das cores. Se você quer mesmo disfarçar suas imperfeições, é possível, sim! Vou escrever um texto só pra explicar: Como disfarçar busto pequeno.

Tá! Mas o que é equilíbrio??

Eu penso que se você não estiver em harmonia com quem você é, todo o resto também não estará. Essa harmonia pode vir de truques visuais, sim. E fazer você se sentir melhor ao se olhar no espelho.  E isso muda tudo!! Se enxergar positivamente. Não só SER, mas se SENTIR bonita. Mas você também pode encontrar essa harmonia aceitando a sua característica (não como um defeito, mas parte de quem você é) e dando uma banana pra esse padrão de corpo imposto pela sociedade.

Qual problema ter peito pequeno? Quem disse que não é bonito?  Bonito pra quem? Quem que a gente quer agradar?

A mania de agradar e buscar aceitação dos outros, antes de agradar e aceitar a si mesma, é a raiz da insatisfação da mulher com a sua imagem.

É tão gostoso ver que tem gente se mostrando na mídia do jeito que é, com peitinho pequenos mesmo e mostrando que é lindo assim. Sem precisar jogar babado em cima, bordado, bolso, enchimento  pra dar volume.

Que tal tentar?


Quer receber artigos como esse diretamente na sua caixa de emails?

Você pode também deixar seu comentário lá embaixo! Isso me ajuda a escrever mais coisas interessantes para você.

Você também pode gostar